[Clipping] Destaques de março de 2021

Leia algumas matérias que foram destaque na mídia sobre migração transnacional em março de 2021:

Novas regras simplificam para autorização de residência para migrantes 

O governo federal simplificou o pedido de autorização de permanência de migrantes no Brasil, pelo período de dois anos. A portaria interministerial MJSP/MRE n. 19/2021, publicada no Diário Oficial da União, trata de imigrante que seja de país de fronteira em que não há acordo de residência com o Brasil. Quem comprovar meios de subsistência e não tiver antecedentes criminais poderá ainda solicitar prorrogação da residência por tempo indeterminado. Veja mais informações na matéria publicada pela Folha de Boa Vista.

Brasil acolheu cerca de 3,8 mil sírios durante a guerra que já dura 10 anos

No ano em que a guerra na Síria completa dez anos, com a morte de mais de 380 mil pessoas de acordo com dados da ONU, sendo 115 mil civis, o Brasil contabiliza 3,8 mil sírios acolhidos em território brasileiro. Matéria publicada pela Agência Brasil, mais de 80% deles se concentram em São Paulo, no Rio de Janeiro e no Paraná, onde já existia uma comunidade sírio-libanesa consolidada. Os sírios ouvidos pela reportagem contam que a diferença cultural, em especial do idioma, torna a adaptação ao país mais lenta. O reconhecimento pelo Brasil de grave e generalizada violação de direitos humanos na Síria depois de 2013, quando foram acelerados os processos de pedido de refúgio. O ativista Abdul Jarour diz que hoje é um brasisírio e a chef de cozinha Fatima Ismael também conta se sentir em casa aqui. Conheça outras histórias na matéria da Agência Brasil.

Refugiados no Brasil se ajudam para enfrentar pandemia 

A pandemia de Covid-19 levou voluntários e ativistas que buscaram refúgio no Brasil a oferecerem ajuda a outros imigrantes em situação de mais vulnerabilidade. Segundo o coordenador da organização não governamental Pacto pelo Direito de Migrar, o congolês Jean Katumba, “a pandemia não inventou uma dificuldade nova: ela exacerbou as que existiam”. De acordo com o G1, outras iniciativas incluem trabalhos de conscientização de medidas de enfrentamento da pandemia com grupos de índios venezuelanos. 

Conheça 5 restaurantes de refugiados em SP para pedir delivery

O site Catraca Livre selecionou cinco restaurantes em São Paulo, comandados por refugiados para pedir para entregar em casa. A ideia é apoiar pequenos negócios e conhecer um pouco da culinária de outros lugares, como República Democrática do Congo, Síria e Palestina. São eles: a gastronomia palestina do Majâz feita com ingredientes árabes tradicionais; restaurante vegano de comida africana, o Congolinária; o Al Janiah, de filho de palestinos; o Syria, de um libanês; e sírio Tala Shawarma, de comida rápida.  

Fernanda Paraguassu
Jornalista e integrante do grupo Diaspotics



Categorias:imigrantes

%d blogueiros gostam disto: