A CONSTRUÇÃO SOCIOCULTURAL DO IMIGRANTE NAS CELEBRAÇÕES DAS ORIGENS

Comunidades em festa: a construção e expressão das identidades sociais e culturais do imigrante
nas celebrações das origens

A presente tese trata de um aspecto peculiar da organização dos grupos de imigrantes – os repertórios culturais – e sua relação com o substrato comunicacional inerente ao atual processo de globalização, marcado por intensa mobilidade humana e avanço das Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs). Considera as mediações culturais e trocas simbólicas na construção de espaços subjetivos e identidades e explora processos de ressignificação e ressimbolização a partir de uma relação de alteridade.

Como recorte do universo para pesquisa, propomos um objeto de estudo composto por três elementos: 1) sujeitos imigrantes engajados culturalmente em organizações migratórias de origem latino-americana estabelecidos em Chicago (Estados Unidos) e São Paulo (Brasil); 2) suas manifestações artísticas, folclóricas, festivas, celebrativas etc. relacionadas ao país de origem e realizadas no território de acolhida e 3) sua webdiáspora (aqui, resumidamente, espaços virtuais feitos de e para imigrantes). Como principais recursos teóricos-metodológicos utilizados, destacamos os conceitos de transnacionalismo, etnicidade, comunidade diaspórica e interculturalismo. Entre as técnicas de pesquisa aplicadas, estão entrevistas em profundidade semi-aberta, análise do discurso e de conteúdo, e observação sistemática, além de ampla pesquisa bibliográfica – tudo seguindo uma abordagem qualitativa.

Os principais resultados apontam que, como um discurso, tais atividades artísticas e culturais envolvendo grupos de imigrantes revelam constante alternância de foco da particularidade e estão orientadas para uma grande diversidade de fins. O importante é que, ao recorrerem a tais experiências, os sujeitos imigrantes se tornam mais conscientes da prática em que estão envolvidos como produtores e consumidores daquelas sensações: das forças sociais e interesses que as moldam, das relações de poder e ideologias que as investem, seus efeitos sobre as identidades sociais, culturais, étnicas e nacionais, bem como nas interações simbólicas e seu papel nos processo de mudança cultural e social.

Camila Escudero

Acesse aqui a monografia em PDF

%d blogueiros gostam disto: