MIGRAÇÕES: EXPERIÊNCIAS E DESAFIOS PARA A PROTEÇÃO E PROMOÇÃO DE DIREITOS HUMANOS NO BRASIL

Migrações Internacionais: experiências e desafios para a proteção e promoção de direitos humanos no Brasil nasce da problematização do grande tema da exclusão, que coloca em questionamento os modelos político-jurídicos que sustentam uma ordem de negação do sujeito. O migrante internacional denuncia essa ordem na sua essência. A partir desse pressuposto, que nega a migração para além das fronteiras dos Estados como um direito, o direito humano de migrar surge como reivindicação do sujeito do seu lugar no mundo e como postura ética diante do “outro”.

Esse é o pressuposto de atuação do Migraidh, Direitos Humanos e Mobilidade Humana Internacional, que, ao longo dos seus seis anos de existência na Universidade Federal de Santa Maria, tem promovido educação em direitos humanos mediante a intrínseca e indissociável relação extensão-pesquisa-ensino. O presente livro reúne artigos científicos construídos no contexto de sua atuação e do diálogo crítico e interdisciplinar oportunizado no âmbito das seis linhas de pesquisa do grupo, norteado pelo debate ético a que se propõe. Além disso, somam-se à obra contribuições voltadas ao pensamento crítico, a partir da análise de categorias, construções sociais e atores que impactam na dinâmica de exclusão/inclusão dos sujeitos da mobilidade humana internacional. Em duas partes e onze capítulos, o conjunto dos textos convida o leitor à reflexão sobre a proteção e a promoção de direitos humanos de migrantes e refugiados no cenário brasileiro e situa os desafios estruturais de uma realidade marcada pelas relações de dominação e sujeição.

[…]

Pelo Direito Humano de Migrar!

Giuliana Redin (org.)

Acesse o livro aqui 

%d blogueiros gostam disto: