MIGRAÇÕES POLÍTICO-COMUNITÁRIAS DE MULHERES VÍTIMAS DO DESPLAZAMIENTO NA COLÔMBIA

As redes migratórias político-comunitárias tecidas pelas mulheres vítimas do desplazamiento na Colômbia

Este artigo tem como objetivo analisar as redes político-comunitárias articuladas por mulheres vítimas do deslocamento interno na Colômbia por meio da análise teórico-metodológica da configuração de redes no contexto da globalização e desenvolvimento com os recursos do Ethnos Barroco. Os resultados apontam que as mulheres vítimas do desplazamiento vêm desenvolvendo estratégias organizacionais em redes contra-hegemônicas articulando-se como atores políticos de forma a alcançar reconhecimento e empreender, junto com a sociedade colombiana, a construção do
país e da América Latina. Esta análise faz parte da pesquisa Traduzindo Testemunhos de Mulheres Vítimas do Desplazamiento na Colômbia, Tese de Doutorado, EICOS-UFRJ (2015), financiada pela Capes.

Catalina Revollo Pardo

Acesse o arquivo completo aqui

%d blogueiros gostam disto: