OS USOS SOCIAIS DA INTERNET NA DIÁSPORA LATINO-AMERICANA

Migrações transnacionais e usos sociais da internet: identidades e cidadania na diáspora latino-americana 

A pesquisa busca compreender as dinâmicas dos usos sociais da internet por migrantes latino-americanos, de maneira a refletir sobre o modo como questões identitárias atravessam usos da rede mundial de computadores, demandando apropriações de seus ambientes comunicacionais e configurando estratégias para o acesso a condições diferenciadas de cidadania. Para isso, são discutidos os conceitos de identidade, cidadania e usos sociais da internet, a partir da aproximação ao cenário múltiplo e complexo da América Latina e da dinâmica das migrações transnacionais contemporâneas. A investigação parte da compreensão de que vivemos em uma sociedade em rede, marcada por uma lógica de interações não-hierárquicas, flexíveis, interdependentes, e organizada pela mediação das tecnologias da informação e da comunicação, o que é estudado, na pesquisa, em relação às especificidades ligadas ao fenômeno migratório.

Para a investigação empírica dos usos sociais da internet é construído um percurso metodológico a partir de uma perspectiva etnográfica, que se baseou na combinação de técnicas como observação, análise de ambientes comunicacionais na internet, aplicação de questionários e realização de entrevistas em profundidade de relatos de histórias de vida com 16 entrevistados, oito em Barcelona e oito em Porto Alegre. Os dois cenários, marcados pela presença de migrantes latino-americanos, em uma dinâmica urbana, social, cultural e econômica diversa, são escolhidos pela riqueza das migrações transnacionais e pela possibilidade de explorar múltiplas experiências migratórias.

Com a análise, a partir das trajetórias pessoais, vivências identitárias e questões de cidadania implicadas em modos de posicionamento dos migrantes, traçamos um mapeamento das principais apropriações da internet e discutimos sobre sentidos construídos para a internet através de usos relacionados com a experiência da migração. Quatro aspectos centrais são levantados pela pesquisa: a produção e o protagonismo assumido pelos sujeitos na internet, a organização de redes sociais marcadas pela experiência da diáspora, a construção de sentidos para a identidade latino-americana possíveis de serem apreendidos pelos usos da internet e o modo como todos esses movimentos de múltiplas apropriações da internet atuam na construção da cidadania dos migrantes.

Liliane Dutra Brignol

Acesse aqui a monografia em PDF

%d blogueiros gostam disto: