A CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE ÉTNICA TEUTO-BRASILEIRA EM SÃO LOURENÇO DO SUL

A construção da identidade étnica teuto-brasileira em São Lourenço do Sul (Década de 1980 até os dias atuais)

Esta tese analisa o processo de construção da identidade étnica teuto-brasileira na cidade de São Lourenço do Sul (RS) entre a década de 1980 e os dias atuais através de histórias de vida. Para essa compreensão, a pesquisa investiga as representações e os sentidos atribuídos pelos depoentes a “ser teuto-brasileiro” em São Lourenço do Sul no que diz respeito a aspectos culturais e sociais objetivos e a elementos subjetivos. A análise da pesquisa utiliza o apoio teórico no eixo etnicidade relacional – estudos sobre identidade étnico-cultural e a metodologia de História Oral. Os sujeitos entrevistados demonstram identificações na igualdade e na diferença, isto é, marcadores de pertença étnica, de um lado, vivenciados individualmente e, de outro lado, compartilhados no coletivo étnico. A definição atual da etnicidade teuto-brasileira em São Lourenço do Sul está relacionada a apropriações simbólicas convencionais e à produção de sentidos que cada depoente vivenciou na família e na comunidade étnica, o que caracteriza permanência e transformação da identidade étnica teuto-brasileira e uma negociação de sentidos individuais e coletivos. A redefinição do conjunto de identificadores étnicos teuto-brasileiros em São Lourenço do Sul está associada ainda, de um lado, ao próprio grupo étnico, ou seja, a auto-compreensão de sua identidade étnica e, de outro lado, à mercantilização da identidade, ou seja, a um apelo político-econômico pelo poder público.

Paulo César Maltzahn

Acesse aqui a tese em pdf

 

%d blogueiros gostam disto: