WEBDIÁSPORA AFRO-LUSÓFONA ESTUDANTIL NO BRASIL: A VIVÊNCIA EM OUTRO PAÍS

Webdiáspora afro-lusófana estudantil no Brasil: sociabilidade, solidariedade e cidadania comunicativa

A presente proposta de pesquisa pretende mapear a webdiáspora afro-lusófona estudantil no Brasil e analisar as suas funções e implicações em termos de sociabilidade, solidariedade e cidadania comunicativa. Para tanto, é preciso, antes de tudo, delimitar nosso objeto de estudo; identificando e caracterizando a comunidade estudantil afro-lusófona no Brasil. Num segundo momento, será necessário expor e conceituar a noção de webdiáspora, para, em seguida, mapear e analisar a presença dessa comunidade na web – sites, blogs e redes sociais. Enfim, procederemos à avaliação das principais funções da webdiáspora afro-lusófona estudantil no Brasil:
1. De que modo se dá a sociabilidade dessa comunidade através da web? Amizade, namoro, comemorações, comunicação e consumo (uso de skype, voip, webrádios e webtvs, música, moda, etc…)
2. Quais são as marcas de solidariedade diaspórica pela web? Informações aos candidatos ao estudo no Brasil e recém-chegados, ajuda material, moradia compartilhada, entrega de encomendas entre o país de origem e Brasil, etc..
3. Exposição e conceituação da noção de cidadania comunicativa. Levantamento de práticas cidadãs pela web; tais como debates e mobilização política no Brasil e nos países de origem, informações administrativas e consulares, direitos e deveres do estudante estrangeiro, etc..

A base do nosso trabalho consiste em investigar e compreender como esses estudantes experimentam a vivência de sair de seu país; o porquê desta iniciativa; o que acontece quando chegam ao Brasil; o que vêm a se tornar quando chegam aqui; como constroem suas próprias identidades e autoimagem; como se relacionam nesse novo contexto; troca de informações sobre o país de origem; dicas de integração no país de vivência, no caso o Brasil; incentivo à diáspora a moradores afro-lusófonos com interesse na tentativa de uma oportunidade.

Leonildo dos Anjos Costa

Acesse aqui a monografia em PDF

%d blogueiros gostam disto: