LITUANOS NO BRASIL

Fluxos imigratórios, produção de conteúdo digital e a concentração de imigrantes lituanos no Brasil.

Os fluxos imigratórios lituanos para a América foram mais intensos nos séculos XIX e XX. Estados Unidos, Brasil, Argentina e Uruguai são alguns dos países que acolheram a diáspora lituana.

No Brasil, os movimentos de imigrantes lituanos se iniciaram no final do século XIX com milhares de pessoas chegando no país.

Erik Godliauskas Zen, pós doutorando na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e professor da União das Instituições de Serviços, Ensino e Pesquisa (Unisepe) e das Faculdades Integradas do Vale do Ribeira (FVR), analisa com oestrangeiro.org as questões envolvendo fluxos imigratórios iniciais e atuais.

Além disso, o professor e doutor, que recentemente ministrou a conferência do Laboratório de Estudos de Imigração (LABIMI) com o tema ‘‘A imigração lituana na América: uma abordagem transnacional’’, discute questões de produção de conteúdo digital dos imigrantes e de que maneira a Internet é usada por aqueles que, vindos da Lituânia, chegaram no Brasil.

Os fluxos imigratórios de lituanos para o Brasil começaram entre o fim do século XIX e início do século XX e tiveram seu ápice quantitativo entre 1923 e 1926. Cerca de 25 mil pessoas chegaram no país com a maioria sendo registrada como imigrantes russos, uma vez que o período corresponde à época de dominação da Lituânia pelo Império Russo.

O pós Segunda Guerra Mundial trouxe ao Brasil cerca de 500 lituanos. A concentração no estado de São Paulo, que faz da cidade a segunda maior colônia de lituanos da América, coincide com as restrições dos Estados Unidos da América à chegada de novos imigrantes.

“A comunidade de São Paulo é a maior” diz o pesquisador “mas não fica muito na frente da Argentina. Acontece que na Argentina os lituanos se espalharam por diversas cidades. Como Buenos Aires, Lanús, Berisso, Córdoba e etc.”, diz Erik.

Com o colapso da União Soviética e a crise econômica que se seguiu, outrosfluxos se iniciaram, dessa vez destinados à Europa Ocidental e aos Estados Unidos.

O Brasil, em crise na época, não exerceu atração aos imigrantes. No caso dos Estados Unidos houve um grande número de imigrantes lituanos que começou a chegar ao país a partir de 1945 com a incorporação da Lituânia à União Soviética, como deslocados de guerra. Dessa forma, Chicago se torna também um centro político lituano.

Atualmente, com a Lituânia sendo parte da União Europeia, os fluxos de lituanos se destinam mais à Inglaterra, França e Alemanha, existem também alguns fluxos sazonais de profissionais qualificados para os países escandinavos. “De toda forma, o principal motivo para imigração lituana atual é econômico’’, afirma o entrevistado.

A produção de conteúdo digital dos imigrantes lituanos não é muito forte. Segundo Godliauskas, que dirige o blogspot ‘’História da Lituânia’’, o que existe disponível na Internet que mais foca o tema da imigração lituana são as páginas coordenadas pelo próprio consulado lituano.

Ainda assim, sites que trazem especificidades da cultura lituana – como páginas de danças típicas – e a atuação lituana nas redes sociais ao trazer em si um conteúdo saudosista são bastante atrativos para os descendentes. O contato pelas comunidades virtuais facilita o processo imigratório e “principalmente nos momentos de crise também alertam para as dificuldades’’.

Victor Soriano e Iana Faini



Categorias:diásporas

%d blogueiros gostam disto: