A LOJA DO BILLI

O local onde os imigrantes senegaleses se encontram em Caxias do Sul.

Quem passa pela Avenida Júlio de Castilhos, em Caxias do Sul, pode não imaginar, mas ali, no ponto central da cidade, está localizada uma loja com cabines telefônicas e roupas africanas, a loja criada pelo senegalês Billi.

Em uma das galerias em frente à Praça Dante Alighieri, Abdoulat Ndiaye, de 27 anos, mais conhecido como Billi, abriu a sua loja, que mais que um local de venda tornou-se um ponto de encontro entre os imigrantes residentes em Caxias e os que estão chegando à cidade.

Billi, que também é presidente da Associação dos Senegaleses em Caxias do Sul, diz que antes de abrir a sua loja trabalhou por três anos em uma empresa do ramo alimentício, mas que depois quis trabalhar em algo em que pudesse ajudar os outros imigrantes. Foi assim que ele criou a sua empresa, uma loja com cabines telefônicas onde os imigrantes podem ligar para os seus países, comprar roupas típicas africanas e também realizar transferências de dinheiro.

Conforme o senegalês, as cabines telefônicas são muito importantes, pois possibilitam que todos possam telefonar por um preço mais barato, já que antes os telefonemas eram realizados com o uso do cartão, o que gastava muito. Sobre as roupas típicas africanas, destaca que são produzidas com um tecido especial, que vêm da África ou de São Paulo. Segundo o senegalês, os trajes típicos possuem grande significância religiosa e cultural, sendo utilizados em momentos especiais, como encontros e festas religiosas, casamentos, nascimentos e aniversários de filhos.

Apesar da loja ser um local de compras, Billi relata que muitos dos imigrantes o procuram para obter informações, ajuda, encaminhamentos ou esclarecimentos: “até em São Paulo eles sabem que existe a loja do Billi, alguns imigrantes que chegam a Caxias pegam um táxi e vêm direto para cá.” Ressalta ainda que alguns já foram até o estabelecimento achando que é um local de informações e somente depois descobrem que é uma loja.

No dia 2 de abril, Billi participou da organização de uma cerimônia, realizada na Câmara de Vereadores, que tinha como objetivo recepcionar o líder religioso muçulmano no Senegal, Serigne Mame Mor Mbaqué. O senegalês destaca a importância de um evento como este para o seu povo, onde todos estão presentes e sua cultura e religião são celebradas.

Duani Lima

(Novos Imigrantes Em Caxias – 04/05/2015)



Categorias:imigrantes

%d blogueiros gostam disto: