MARÍLIA, ILUSTRAÇÃO DA PROVA DO ENEM

Tema da redação do Enem, imigração é realidade em Marília, SP.Estrangeiros buscam no país novas oportunidades de emprego. Mais de 140 vistos foram concedidos pela PF neste ano em Marília.

Muitos estudantes que prestaram a prova do Enem se surpreenderam com o tema da redação: o recente movimento imigratório para o Brasil. Os estrangeiros estão vindo para o país em busca de emprego e estudo. E isso ocorre por dois motivos: a crise financeira que assola países da União Europeia e o crescimento econômico do Brasil, que tem carência de mão de obra especializada. Marília (SP) foi cidade escolhida por alguns desses estrangeiros.

O tunisiano Abhdajmid Abessi não se cansa de elogiar as belezas naturais do Brasil. Mas foi a oportunidade de emprego que o fez mudar para Marília. A crise econômica está fechando postos de trabalho na Tunísia e criando barreiras na Europa para estrangeiros. “Depende do que você vai fazer na Europa. Se você vai casar, precisa de muito tempo. Não é difícil, mas precisa de muito tempo. Se você vai estudar precisa de muito dinheiro”, conta.

Rita de Oliveira é estudante portuguesa. Ela já esteve por aqui, 11 anos atrás, a passeio. Agora também escolheu o Brasil para concluir um estágio na área da saúde. “Como já estive aqui, acho que o Brasil evoluiu imensamente. Notei uma grande diferença. Em relação à Europa acho que ainda tem bastante a evoluir mas acho que estamos em um bom caminho”, ressalta a estudante.

Este ano, foram dadas 55 mil autorizações para estrangeiros trabalharem no Brasil. Isso representa um aumento de 5% em relação ao ano passado, mas a principal mudança foi no perfil de quem vem trabalhar no país. A Polícia Federal em Marília concedeu de janeiro até agora, 149 vistos para estrangeiros que vêm trabalhar ou estudar na região. Outras 22 pessoas que tinham vindo a passeio pediram visto permanente.

“Eles buscam na Polícia Federal a sua permanência, muitos até de países considerados desenvolvidos como Estados Unidos estão buscando até naturalização. É um fenômeno bem interessante americanos, holandeses, belgas que são nações antigas, nações desenvolvidas buscando naturalizar-se brasileiro para ter acesso ao mercado, ao Mercosul e ao que o próprio Brasil tem de potencial”, explica o delegado José Navas Júnior.

O músico Luca Bernad deixou Roma e se casou com uma brasileira. Fez amigos em Marília, conseguiu emprego e diz que só volta para a Itália a passeio. “Parece um paradoxo, mas é realidade. Aqui tem mais oportunidade. Na minha área da música, da produção musical hoje o Brasil oferece mais”.

Para o economista Élcio Laiter não são apenas as oportunidades de trabalho que atraem os estrangeiros. A falta de mão de obra qualificada obriga empresas de petróleo, gás e construção civil, por exemplo, a importar profissionais. “Primeiro, a carência de mão de obra no Brasil em áreas técnicas e especialmente na área de construção civil, de tecnologia do petróleo, na área de gás, eletricidade, na infraestrutura de transporte é carente de mão de obra. O Brasil não dá conta de produzir profissionais pra essa demanda fruto até de crescimento do país nos últimos tempos. Várias empresas que têm filiais no Brasil acabam mandando profissionais para cá”, destaca.

(G1 – 07/11/2012)



Categorias:imigrantes

Tags:

%d blogueiros gostam disto: