EXCLUSIVO: NÚMEROS ATUALIZADOS DOS REFUGIADOS NO BRASIL

Que o número de refugiados no Brasil atualmente é de cerca de 4300 não é novidade, como já havíamos falado em outra matéria. No entanto até o presente momento não havia sido informada a nacionalidade desses indivíduos. oestrangeiro.org requisitou esses dados junto ao CONARE (Comitê Nacional para Refugiados). Segue a matéria.

Com 1061 refugiados no Brasil, Angola é o país de onde provém a maioria no quadro de refugiados. É porém necessário relembrar que o estatuto será cessado para angolanos e liberianos, o que causaria a perda de 1372 refugiados. Assim sendo, a nacionalidade majoritária, de fato, seria colombiana, já que o país conta com 741 refugiados no Brasil. Atrás da Colômbia vem a República Democrática do Congo com 571 pessoas.

Nos tempos em que muito se fala sobre a guerra civil na Síria e a consequente emigração do país o número de refugiados sírios no Brasil não impressiona. Com a quantia ínfima de 202 pedidos de asilo aceitos a participação brasileira na ajuda humanitária à Síria é irrisória, sendo esse número superado até pelo de refugiados iraquianos, cuja guerra já acabou há dois anos.

Por outro lado, a ‘produtividade’ do CONARE, em 2013, vem sido destacada e muito elogiada – até mesmo pela ONU. No entanto, é preciso sublinhar que são noticiadas somente as porcentagens do aumento da produtividade, não seus números absolutos.

Assim, até o dia 27 de maio de 2013 a produtividade do CONARE tinha aumentado mais de 64% em relação ao ano de 2012. Percentual que impressiona, mas se considerarmos que esse salto compreende o aumento de apenas 128 pessoas, o tal salto de  produtividade se torna insignificante; principalmente diante os o número de mais de 15 milhões de refugiados pelo mundo.

Lembremos também que, até o presente momento, o CONARE ainda não superou seu recorde de deferimentos de pedidos de 2007. Quando o órgão deferiu 355 pedidos de refúgio, no entanto esse número cairia abruptamente no ano seguinte para ser recuperado somente agora. Por fim é necessário considerar que esse tímido avanço é sim benéfico, no entanto muito aquém da capacidade de integração brasileira.

Os dados apresentados na matéria foram obtidos através de requerimentos feitos pelo e-Sic (sistema de informação ao cidadão) ao CONARE, Ministério da Justiça.

Rodrigo Lima

Veja a tabela de refugiados no Brasil por país de origem

Veja a tabela de desempenho do CONARE de 1998 a 2013

 



Categorias:refugiados

%d blogueiros gostam disto: