BRASIL PRECISA MELHORAR A SUA ESTRUTURA DE ACOLHIMENTO

Governo reconhece que está na hora de se adaptar à nova realidade migratória do país.

O ministro das Relações Exteriores, Luiz Alberto Figueiredo, disse hoje que o Brasil tem que “se aparelhar melhor para acolher pessoas que pedem abrigo no país”. Segundo ele, o governo vem observando um aumento do número de pedidos de permanência de estrangeiros e a estrutura de acolhimento tem que ser aperfeiçoada.

A declaração do ministro, durante a reunião de abertura dos trabalhos da Comissão de Relações Exteriores do Senado, foi provocada pelo questionamento em relação à médica cubana Ramona Matos Rodrigues, que abandonou o Programa Mais Médicos.

Apesar de reconhecer que o caso de Ramona tem que ser resolvido pelo Conare (Comitê Nacional para os Refugiados), do Ministério da Justiça, Figueiredo explicou a questão, lembrando dos casos de haitianos que migram para o Brasil em busca de melhores condições de vida.

“O Brasil tem tradição de acolhimento. É como no caso dos haitianos que entram, sem documentos, em busca de refúgio. Para eles, é dado o direito de entrar, viver e trabalhar no Brasil enquanto o processo é examinado pelo Conare”, declarou.

(Correio do estado – 07/02/2014)



Categorias:refugiados

%d blogueiros gostam disto: