REFUGIADOS E BARRADOS EM NÚMEROS

2014 registra quase 6.900 solicitações de refúgio. No mesmo período, 5.300 estrangeiros foram impedidos de entrar no Brasil. 

Sírios os O número de estrangeiros que solicitaram refúgio ao governo brasileiro em 2014 superou o total de refugiados no país: 6.886. Dados do Ministério da Justiça apontam que 6.721 refugiados vivem no Brasil atualmente.

Profissionais que atuam no auxílio aos imigrantes afirmam que os dados poderiam ser ainda maiores, caso os órgãos responsáveis trabalhassem com mais rapidez e integração.

Sírios, colombianos e angolanos lideram as solicitações neste ano.

Todos os procedimentos de concessão de refúgio no país são regidos pela Convenção de Genebra de 1951 e por uma lei federal promulgada em 1997.

Por outro lado, 5.300 estrangeiros foram impedidos de entrar no Brasil em 2014. Enquanto 2.000 brasileiros foram barrados no exterior até julho.

No ano passado, 4.742 brasileiros foram barrados no exterior. Menos da metade dos 10.294 estrangeiros impedidos de entrar no Brasil.

Os dados mostram que, neste ano, chineses representam a nacionalidade com o maior número de barrados – 36%. Em seguida vêm Mianmar (7,6%), Filipinas (7,1%), Estados Unidos (5,9%) e Espanha (2,8%). A explicação para o alto número de americanos e espanhóis barrados está no princípio da reciprocidade adotado pelo Brasil.

Os países que mais barram brasileiros são da Europa, que hoje passa por uma grave crise. Parte desses países não exige vistos para turistas, o que aumenta a chance de alguns dos agentes de imigração decidir por não aceitar um viajante.

(Redação + Agências)



Categorias:refugiados

%d blogueiros gostam disto: