BARREIRA PREVENTIVA

Viajantes vindos de países da África Ocidental afetados pelo Ebola serão monitorados.

O Ministério da Saúde divulgou, nesta sexta-feira (31/10), novas medidas de monitoramento de viajantes vindos de países da África Ocidental afetados pelo Ebola, como Libéria, Serra Leoa e Guiné, na chegada ao Brasil.

A estratégia já foi implementada no Aeroporto Internacional de Guarulhos , em São Paulo.

Depois de passar por uma triagem, os passageiros receberão um folder informativo disponível em português, inglês, espanhol e francês com orientações sobre sinais da doença e sobre o SUS. “Passageiros que passam pela triagem recebem informações que o Sistema de Saúde do Brasil é universal e gratuito” comenta Secretário de Vigilância em Saúde, Jarbas Barbosa. “É muito importante informar os viajantes que eles poderão procurar o SUS gratuitamente”, reitera ministro da Saúde, Arthur Chioro.

Os passageiros também terão informações de origem colhidas e temperatura aferida. “O mais importante do cartão da entrevista é data de entrada do passageiro no País. Ela é que define as próximas ações”, afirmou Arthur Chioro.

A nova medida, já adotada em países como Estados Unidos e Inglaterra, vem para reforçar as ações de preparação do Brasil para a eventual ocorrência de caso suspeito de Ebola. “Essas ações nos dão mais capacidade de trabalhar de forma articulada com os órgãos de saúde”, afirma o ministro da Saúde.

A ação será realizada pelo Ministério da Saúde juntamente com a Polícia Federal, Receita Federal, Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e Aeroporto de Guarulhos. A medida serve como 2º bloqueio sanitário, já que todos que saem de áreas afetadas pela doença já são entrevistados na saída.

Aeroportos

Na 2ª quinzena de novembro, os aeroportos do Galeão (RJ), e Pinto Martins (CE), em Fortaleza, também adotarão o monitoramento. Junto com o Aeroporto de Guarulhos (SP), os três aeroportos são responsáveis por 97% da chegada de estrangeiros no Brasil.

Também está prevista a adoção das medidas nos aeroportos internacionais de Brasília (DF), Viracopos (SP) e Salvador (BA). As novas medidas de monitoramento no aeroporto foram testadas em um simulado nessa quinta-feira (30), em Guarulhos, com todos os órgãos envolvidos.

(Portal Brasil – 31/10/2014)



Categorias:imigrantes

%d blogueiros gostam disto: