MEMÓRIA DA ’25 DE MARÇO’ EM IMAGENS

Exposição conta a história da famosa rua de comércio popular, reduto árabe em São Paulo. 

A história dos imigrantes sírios e libaneses na região central de São Paulo vai ganhou esta terça-feira (16/12) a exposição “25 – Rua dos Árabes”. A mostra é organizada pelo Serviço Social do Comércio (Sesc) Carmo, que fica perto da região da Rua 25 de março, na capital paulista.

A mostra terá sete painéis ilustrados com imagens dos familiares de Rose Koraicho, autora do livro “25 de Março – Memória da Rua dos Árabes”, que foi utilizado como base para a exibição. O livro foi lançado em 2013, a partir de documentos que Rose encontrou no acervo de sua família, uma das pioneiras naquela região.

Quem for à mostra poderá aprender um pouco mais sobre as características da 25 de março e entornos e até se divertir da mesma forma como os imigrantes desfrutavam suas horas de lazer: jogando gamão, um jogo de tabuleiro criado no Oriente.

A técnica de programação cultural do Sesc Carmo, Valéria Boa Sorte, afirmou que o objetivo do Sesc com esta mostra é manter uma relação da instituição com os bairros do seu entorno. Em outubro deste ano, os organizadores decidiram que iriam retratar a presença árabe no centro da cidade.

“No ano passado fizemos um projeto com a Liberdade (bairro reduto da colônia japonesa). Neste ano queríamos retratar os árabes. Eu sabia que a presença deles era antiga, mas não tanto. Foi interessante ver como ocorreu a ocupação da região e como os imigrantes se desenvolveram nela”, disse. Os primeiros sírios e libaneses começaram a chegar ao Brasil nos anos 1870.

Um dos desafios da equipe do Sesc Carmo foi encontrar um acervo com boas fotos da Rua 25 de Março. Em alguns dos locais pesquisados, as fotos eram relacionadas à vocação comercial da rua. Em outros, o foco eram as famílias e em outros, ainda, imagens de projetos arquitetônicos e de obras eram maioria.

“Esses acervos não tinham uma reunião de imagens da região como a Rose fez, que foi uma pesquisa linda. O livro, além de contar a história, é um retrato da família dela, ela fez a pesquisa a partir de documentos da família, que herdou do pai”, disse Valéria.

Os painéis foram escolhidos de forma que pudessem mostras algumas características dos imigrantes. Assim, há imagens que relacionam a presença dos sírios e libaneses ao processo de imigração e sua chegada a São Paulo, à culinária, ao comércio e ao lazer.

Serviço

Exposição “25 – Rua dos Árabes”
De 16 de dezembro de 2014 a 7 de janeiro de 2015, de segunda-feira a sexta-feira, das 9h às 19h30.
Entrada gratuita.
Rua do Carmo, 147, Centro, São Paulo – SP.
Informações: +5511 3111-7000

Marcos Carrieri

(ANBA – 14/12/2014)



Categorias:diásporas

%d blogueiros gostam disto: