REFERÊNCIA INTERNACIONAL

Bolsas de pós-graduação atraem estudantes estrangeiros.

O Brasil é um país em ascensão na produção científica e nossas universidades são referência na América Latina e entre os países de língua portuguesa. Isso atrai muitos estudantes, principalmente dessas regiões, para os programas de pós-graduação recomendados pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). Para atender essa demanda, o Governo Federal criou o Programa de Estudantes-Convênio de Pós-Graduação (PEC-PG), que oferece bolsas de estudo em cursos de pós-graduação no Brasil.

O PEC-PG é coordenado pelo Departamento Cultural (DC) do Ministério das Relações Exteriores (MRE) e pela Capes e oferece bolsas de estudo para estudantes de países em desenvolvimento em que o Brasil possui acordo de auxílio cultural, educacional ou tecnológico. As bolsas são para formação em cursos de pós-graduação stricto sensu (Mestrado e Doutorado) em Instituições de Ensino Superior (IES) brasileiras.

Entre os objetivos do programa estão constituir atividade de cooperação educacional com os países conveniados; aprimorar a qualificação de professores universitários, pesquisadores, profissionais e graduados do ensino superior, visando sua contribuição para o desenvolvimento de seus países; e priorizar os países que apresentem candidatos no âmbito de programas nacionais de desenvolvimento socioeconômico, acordados entre o Brasil e os países interessados, por via diplomática.

Os países participantes países são dos continentes africano, asiático e americano:

África: África do Sul, Angola, Argélia, Benin, Cabo Verde, Camarões, Costa do Marfim, Egito, Gabão, Gana, Mali, Marrocos, Moçambique, Namíbia, Nigéria, Quênia, República do Congo, República Democrática do Congo, São Tomé e Príncipe, Senegal, Tanzânia, Togo e Tunísia.

Ásia: China, Índia, Líbano, Paquistão, Síria, Tailândia e Timor Leste.

América do Norte e Central: Antígua e Barbuda, Barbados, Costa Rica, Cuba, El Salvador, Guatemala, Haiti, Honduras, Jamaica, México, Nicarágua, Panamá, República Dominicana e Trinidad e Tobago.

América do Sul: Argentina, Bolívia, Colômbia, Chile, Equador, Guiana, Paraguai, Peru, Suriname, Venezuela e Uruguai.

Requisitos

Os principais requisitos para concorrer à bolsa são: não ser brasileiro; não possuir doutorado; ter Curriculum Vitae cadastrado e atualizado na Plataforma Lattes do CNPq em língua portuguesa; ser aceito por instituição brasileira recomendada pela Capes; e comprovar proficiência na língua portuguesa com o exame para obtenção do Certificado de Proficiência em Língua Portuguesa para Estrangeiros (Celpe-Bras), exceto para os países dispensados do exame.

Como se inscrever

Os candidatos podem realizar sua inscrição online através do envio do formulário de proposta e da documentação exigida. As bolsas oferecidas são para cursos aplicados em instituições públicas ou particulares.

No Manual do PEC-PG os candidatos vão encontrar em anexo o formulário de inscrição que deve ser preenchido em português. O Programa pede que se explique de forma detalhada o tema ou a tese dos candidatos. Também serão cobradas as informações preliminares sobre fundamentação teórica e metodologia de trabalho, a relevância dos estudos para desenvolvimento da área específica e a perspectiva de aplicação prática do trabalho a ser desenvolvido, essas especificações são essenciais no processo de inscrição.

A aprovação das inscrições caberá às agências financiadoras, em função da disponibilidade orçamentária e financeira, observado o resultado da avaliação técnica dos parceiros. A homologação da decisão final será feita pela instância superior de cada uma das agências financiadoras, com base em documento informando a aprovação dos candidatos selecionados.

Para os alunos que vão se inscrever em mestrados, as inscrições devem ser encaminhas exclusivamente pelo site do CNPq onde são divulgadas as chamadas. Já no caso do doutorado, as inscrições devem ser encaminhadas pelo site da Capes.

Benefícios

A bolsa é concedida no valor estipulado pela coordenação a partir da matrícula, com duração de 48 meses. Em 2014 a bolsa de doutorado foi de R$ 2.200. Há isenção do pagamento de mensalidades e demais taxas escolares; assistência médica, odontológica e farmacêutica pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Somente a passagem de avião será custeada pelo aluno.

Mais informações podem ser obtidas nos e-mails pec-pg@cnpq.br, para bolsas de mestrado, e pecpg@capes.gov.br, para bolsas de doutorado. Para saber mais sobre as emissões de passagem de retorno ao país de origem basta enviar um e-mail para dce@itamaraty.gov.br.

(Minha Pós – 09/04/2015)



Categorias:estudantes

%d blogueiros gostam disto: