estudantes

NO RIO, AQUELE ABRAÇO

Na Tijuca ou em Botafogo, o Rio de Janeiro oferece um curso de idiomas diferente: ter um professor refugiado. Cada bairro tem uma unidade do Abraço Cultural, um negócio social que une educação e cultura. Muita cultura.

REVALIDANDO COMPETÊNCIAS

Refugiados e migrantes que não estejam de posse da documentação exigida poderão ser submetidos à prova de conhecimentos, conteúdos e habilidades relativos ao curso completo, como forma exclusiva de avaliação ao processo de revalidação.