FLUXO RETOMADO

Transporte de imigrantes do AC para SP volta a ser feito após mais de 1 mês.

Quase dois meses depois do cancelamento dos ônibus que levavam os imigrantes, na maioria haitianos, do abrigo montado pelo governo do Acre, na capital Rio Branco, para São Paulo, as viagens foram retomadas. Desde a quinta-feira (14/05), dois ônibus voltaram a fazer o transporte de até 88 imigrantes por dia. Até esta sexta-feira (15/05), o abrigo possuía 554 imigrantes, mas segundo a direção do abrigo, uma média de 20 novos imigrantes chegam todos os dias ao local.

De acordo com um dos coordenadores do abrigo, Lucinei Cardoso, o governo do Acre assinou um novo convênio com o Ministério da Justiça e conseguiu a liberação de R$ 1,02 milhão para a realização de 21 viagens entre Acre e São Paulo.

Cardoso explica, no entanto, que a dívida anterior que havia entre o governo e a empresa de transporte, e que supera R$ 3 milhões, ainda não foi quitada. “A Casa Civil e a empresa ainda estão em negociação”, afirma.

Ainda segundo o coordenador, mulheres, crianças, idosos e aqueles imigrantes que estão há mais tempo no abrigo estão tendo prioridade nos embarques.

Acompanhado da prima Sandra Joseph, de 23 anos, o adolescente Davidson Sanon, de 17 anos, espera ansioso pela chegada em São Paulo, onde espera encontrar um tio e três primos. Com o objetivo de estudar no Brasil, ele deixou os pais e os amigos no Haiti.

“Vou estudar, jogar futebol e depois trabalhar”, conta o rapaz, que já arranha algumas palavras em português, aprendidas enquanto acompanhava os jogos de futebol da seleção brasileira.

O irmão do comerciante haitiano Cetoute Wadson, de 32 anos, veio para o Brasil no começo de 2014. As notícias de trabalho e prosperidade em Santa Catarina incentivaram Wadson a deixar a mulher e os três filhos no Haiti e seguir para o Brasil. “Vou trabalhar no que quer que seja. Espero que mudar de vida no Brasil”, afirma.

Yuri Marcel

(G1 – 16/05/05/2015)

 



Categorias:imigrantes

%d blogueiros gostam disto: