AS MINAS D’AJUDA

Estudantes criam site e aplicativo para auxiliar refugiados e imigrantes no Brasil.

Um grupo de estudantes do Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS) criou um aplicativo gratuito e um website para auxiliar refugiados e imigrantes no Brasil. Chamado de Helping Hand (Mão amiga), o projeto foi um dos dez finalistas brasileiros na Technovation, competição mundial de tecnologia entre meninas empreendedoras.

A equipe idealizadora é formada por cinco meninas — Aline Weber, Ingrid Baggio, Monique Invernizzi, Luana Bianchi e Laís Roman — de 17 e 18 anos, alunas do curso técnico em Informática para a Internet no campus Bento Gonçalves. Para pôr a ideia em prática, foram necessárias longas horas de estudo e planejamento, além da ajuda de muitos parceiros. O material foi coletado a partir de conversas com imigrantes e refugiados, pesquisas na internet e telefonemas a instituições de apoio.

Disponibilizadas em cinco idiomas — português, inglês, espanhol, árabe e francês, as ferramentas indicam onde os refugiados e imigrantes podem buscar apoio, com endereços físicos e eletrônicos de instituições de todo o país, como agências internacionais, templos religiosos, órgãos governamentais, hospitais, além de mostrar onde os usuários podem ter aulas de português e encontrar oportunidades de emprego.

Por enquanto, o aplicativo só está disponível na Play Store, mas já há planos para incluí-lo também na App Store. Para que isso ocorra, porém, o grupo precisa de ajuda financeira. As doações serão usadas em parte para manutenção do projeto, e o restante será repassado a instituições de apoio a imigrantes e refugiados. Parcerias também são bem-vindas, principalmente para que seja possível divulgar o Helping Hand em eventos.

A conta para ajudar é 24.144-x, do Banco do Brasil, agência 2969-6. Contato pode ser feito pelo e-mail contatohelpinghand@gmail.com.

(Boa Informação – 22/05/2015)



Categorias:refugiados

%d blogueiros gostam disto: