SOLIDARIEDADE = SUCESSO

O sírio Talal Altinawi recebeu R$ 69 mil em site de financiamento coletivo para abrir seu próprio negócio.

O engenheiro sírio Talal Altinawi, que buscou refúgio no Brasil em 2013, conseguiu atingir e superar sua meta de arrecadar R$ 60 mil por meio do crowdfunding, uma forma de financiamento em que pessoas desconhecidas doam dinheiro para um projeto. Altinawi, que deseja abrir um restaurante, arrecadou R$ 69.679 desde o começo de agosto até a última segunda-feira (21/09), quando a campanha foi encerrada. No total, o projeto recebeu 831 doações. Do valor arrecadado, 12%, ou R$ 8.360 ficarão com o site kickante, que foi a plataforma por meio da qual as pessoas fizeram as doações.

Talal ainda não recebeu o dinheiro e afirmou à ANBA que não decidiu que tipo de negócio irá abrir. Apesar de desejar ser dono de restaurante, reconhece que esse projeto exige mais do que o total arrecadado. “Eu pretendia abrir um restaurante, mas é preciso ainda mais dinheiro. Quando eu receber (os recursos), eu vou decidir. Ainda vai demorar alguns dias. Pode ser que eu abra uma loja de comida pronta ou então um food truck. Quero abrir a empresa em um bom lugar. Não quero um lugar pobre. Quero um lugar rico, em que a empresa possa ir bem”, disse.

Altinawi chegou ao Brasil em dezembro de 2013. Ele vivia na Síria, mas em janeiro daquele ano deixou o país em razão do conflito armado entre o governo e opositores. Foi morar no Líbano, mas não conseguiu prosperar. Quando soube que o Brasil havia relaxado as regras para receber refugiados, decidiu morar aqui mesmo com poucas informações sobre seu novo lar. Ele veio para São Paulo com a mulher e dois filhos. Neste ano nasceu a primeira paulistana da família.

Na capital paulista, Altinawi não conseguiu bons empregos e não conseguiu lucrar com uma pequena loja. Decidiu, então, preparar pratos típicos do seu país e vender sob encomenda e em festas e bazares. Com a ajuda de amigos e integrantes de uma organização não governamental, Altinawi fez a campanha de crowdfunding. Quem contribuiu será recompensado. Quanto maior tiver sido o valor da doação, maior será o desconto no futuro empreendimento.

Antes, porém, ele precisa colocar o projeto em prática. “Fiquei surpreso e feliz com as doações que recebi. Nos primeiros 20 dias de campanha, eu recebi aproximadamente R$ 35 mil em doações. Eu pedia mais ajuda às pessoas em minha página no Facebook. Nas últimas horas da campanha, as pessoas doaram quase R$ 20 mil. Foi surpreendente”, afirmou. Quando Altinawi decidir o que fazer, ele irá usar o dinheiro para pagar os primeiros meses de aluguel ou para comprar o caminhão de food truck, para comprar equipamentos e os ingredientes.

Marcos Carrieri

(ANBA – 24/09/2015)

 



Categorias:refugiados

%d blogueiros gostam disto: