CHEGA MAIS!

Junta Local se junta a Cáritas – RJ para auxiliar na inserção de refugiados no país pela via gastronômica.

Aconteceu neste último sábado (29) a primeira feira Chega junto!, promovendo a integração de imigrantes e refugiados por meio da culinária. O evento é fruto da parceria entre a Junta Local e a Cáritas Arquidiocesana do Rio de Janeiro e ocorreu no bairro de Botafogo.

Além de encontrar barracas de produtores brasileiros, quem passou por lá pode experimentar diversas culinárias por meio de comidas vendidas por empreendedores estrangeiros e com muita música para divertir os que passavam. Pedro, que veio com sua família da Venezuela em 2015, define a iniciativa como “um meio justo de ir em frente com nosso empreendimento, já que não temos capital de trabalho para abrirmos uma loja”. O ambiente amigável e a familiaridade, para ele, é típico do Brasil atual e parece com o comportamento venezuelano de 20 anos atrás.

Para a sul-africana Cora Lina, de 33 anos, os brasileiros são “muito mão aberta” e a culinária é uma forma de manter uma ligação com sua origem. Além disso, Pedro e Cora ressaltam a importância das redes sociais para se manterem conectados com seus familiares e Pedro relata que sempre acompanha o que acontece em seu país.

Quando perguntados sobre a intenção de permanência no Brasil, a resposta foi sim. Apesar de alguns reivindicarem melhorias no atendimento público brasileiro, principalmente em saúde e educação, em geral, o balanço final é considerado positivo.

Pedro enxerga iniciativas como da Cáritas fundamentais para mudar muita coisa. Em processo judicial de refúgio, recebeu, pela instituição, ajuda com documentação, encaminhamento para seus filhos à escola pública e à Polícia Federal para retirada da carteira de trabalho e acesso à assistência social para acompanhamento de sua situação de abrigo.

Deixando brasileiros – tanto empreendedores como visitantes –, imigrantes e refugiados satisfeitos, a feira mostra que é promissora e outras realizações são bem-vindas. Thiago (29 anos), que já visitou várias feiras da Junta Local, sintetiza a valiosa troca que tais iniciativas promovem:

“Tenho bastante interesse na cultura e na culinária deles, é legal! Tem de abraçar todo mundo. O mundo é um só.”

Nathália Barbosa e Thainar Xavier



Categorias:refugiados

%d blogueiros gostam disto: