SOBE NÚMERO DE IMIGRANTES NO MS

PF orienta sobre permanência.

É cada vez maior o número de estrangeiros que vêm para o Brasil em busca de uma nova vida. E Mato Grosso do Sul é um Estado bastante procurado por eles, principalmente, pelos que vêm de países do Mercosul. Só esse mês foram 350 novos pedidos de permanência. A maioria vem em busca de emprego ou tratamento médico. Mas é preciso ficar atento às exigências legais para não ter que voltar às pressas para o país de origem.

Há um ano, uma proposta de trabalho mudou rumo da vida do engenheiro civil Miguel Sarmento Peres. O português, deixou o país de origem e veio para Campo  Grande.

“Eu me formei em Portugal e trabalhei na empresa que a matriz é lá, e tem uma filial no Brasil e perguntaram se eu queria a oportunidade de uma perspectiva de carreira diferente”, diz Miguel.

Ao aceitar a oportunidade e vir para a Capital, o engenheiro levou em torno de seis meses para se adaptar. De Lisboa para cá, as diferenças, vão do clima até as músicas que tocam nas rádios.

Mas hoje, o que ficou do país de origem foi apenas a saudade da família. “Eu vou ver minha família duas vezes por ano, perto do Natal, e no meio do ano”, diz o engenheiro civil.

O visto do engenheiro é provisório. A princípio Miguel fica no Brasil por dois anos, até a conclusão da obra executada por ele. Mesmo assim, como há várias oportunidades em Campo Grande, o rapaz pretende continuar.

“Depois de eu terminar minha obra aqui, eu vou dar uma analisada e tentar permanecer no Brasil, porque e um país em crescimento e vale a pena ficar”, diz Miguel.

Assim como Miguel vários estrangeiros vem para o Brasil em busca de uma nova vida. Em campo grande vivem hoje 4602 pessoas de outras nacionalidades. A maioria veio para cá em busca de oportunidades de trabalho e tratamento médico.

Isso é o que mostra os dados da Polícia Federal. De acordo com a delegada o número de estrangeiros no estado vem aumentando desde dois mil e nove, quando o governo brasileiro concedeu anistia à pessoas de outras nacionalidades que viviam  irregularmente no país.

“Em 2009 nesse o acordo do Mercosul, então houve facilidade para pedir permanência e trabalhar no país”, diz a delegada da polícia federal, Flávia Renata Matos.

Segundo Flávia, estrangeiros oriundos de outros países que não fazem parte do Mercosul só podem ter visto permanente no Brasil, se forem casados com um brasileiro ou tiverem um filho desta nacionalidade. É permitida também a entrada deles no país para trabalhar, mas neste caso o registro é provisório.

“Tem a possibilidade de um visto especifico para trabalho, é quando temos uma empresa brasileira que contrata um estrangeiro , então esse visto é obtido lá no consulado do país de origem e essa pessoa vem para o Brasil  para trabalhar nessa empresa”, finaliza Flávia Renata Matos.

Estrangeiros que forem pegos trabalhando irregularmente em solo brasileiro podem ser deportados e a empresa que estiver empregando esse trabalhador poderá ser multada. Para regularizar a situação no país o estrangeiro deve procurar a Policia Federal.

(R7 – 07/02/2014)



Categorias:imigrantes

%d blogueiros gostam disto: