A ARTE DE SER ESTRANGEIRO

12 entrevistas com artistas-imigrantes / imigrantes-artistas. Figuras da arte estrangeira na cidade.

Cadernos do Estrangeiro está em sua segunda edição. A série consiste em um conjunto de perfis elaborados a partir de entrevistas com imigrantes que, seguindo um recorte temático determinado, ajuda a perceber e representar a experiência migratória a partir de uma perspectiva mais intimista e subjetiva.

O presente número, cuja temática envolve o cotidiano dos artistas imigrantes que vivem e atuam na cidade do Rio de Janeiro, foi elaborado a partir da aproximação de 12 artistas estrangeiros de diferentes áreas, o acompanhamento de seu trabalho e a realização de entrevistas sobre sua vida e produção artística.

Além de ajudar a apreender o fato migratório com maior sensibilidade, os perfis aqui reunidos buscam desvelar e expor a influência que a trajetória migratória e a cidade de destino têm sobre a produção artística desses indivíduos.

A arte supera a teoria e a dureza da realidade sociológica. Sua força está em sua sensibilidade e poder da imaginação. Através do olhar do artista, migrar não é um mero fato histórico, social ou geográfico. É um percurso que otimiza o potencial simbólico do artista, dá sentido ao caos de sua vida e lhe ajuda a enfrentar o novo e desbravar o desconhecido para, no final da caminhada, entender o mundo e a si mesmo.

Acesse aqui



Categorias:publicações

%d blogueiros gostam disto: