107 BOLSISTAS DE 23 PAÍSES

Divulgado o resultado do edital nº 47/2014, referente à seleção de candidaturas para o PEC-PG.

Os estudantes de 23 países das três Américas, África e Ásia, selecionados para fazer cursos de doutorado em instituições de ensino superior no Brasil, têm prazo de 120 dias para encaminhar os documentos descritos no edital de seleção e garantir as vagas. São 107 bolsistas que vão participar do Programa Estudantes-Convênio de Pós-Graduação (PEC-PG), com ingresso no primeiro semestre deste ano.

Confira aqui a relação dos aprovados.

Entre as nações com maior número de contemplados com bolsas aparecem Moçambique, com 30 alunos, Colômbia, 23 e Cuba, 14. Países como China, Índia, Marrocos e Paquistão conquistaram uma vaga. No Brasil, os estrangeiros vão estudar em instituições de ensino superior, públicas e privadas, das regiões Sul, Sudeste, Nordeste e Centro-Oeste que têm programas de pós-graduação reconhecidos e bem avaliados pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Procura

Entre as áreas do conhecimento que reúnem o maior número de bolsistas se destacam a educação, com sete estudantes, sendo três de Moçambique, dois de Cuba, um da Colômbia e um do Chile; a saúde, com sete bolsistas: dois do Chile em cursos de enfermagem, um da Colômbia em fisioterapia, um do Equador e um da Colômbia na odontologia, um da Colômbia em epidemiologia e um do Chile em saúde coletiva. As ciências agrárias têm cinco bolsistas e as engenharias, quatro.

O único chinês selecionado vai fazer pós-graduação em horticultura na Universidade do Estado de São Paulo (Unesp); o paquistanês vai cursar administração pública e governo na Fundação Getúlio Vargas (FGV); o marroquino vai estudar ciência e tecnologia das radiações minerais e materiais no Centro de Desenvolvimento da Tecnologia Nuclear (CDTN), instituição vinculada ao Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI); o indiano vai fazer biologia geral e aplicada na Unesp.

PEC-PG


Parceria que envolve a Capes, o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Ministério das Relações Exteriores, o PEC-PG tem como objetivo formar recursos humanos de nações em desenvolvimento com as quais o nosso país mantém acordos de cooperação em educação, cultura, ciência e tecnologia.

O PEC-PG tem mais de 30 anos e é fruto de uma parceria entre a Capes, o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Ministério das Relações Exteriores (MRE).

Os candidatos selecionados recebem bolsa de doutorado, passagem área de retorno à capital do país de origem ou de residência do estudante-convênio, isenção de pagamento de mensalidades ou de qualquer espécie de taxa no âmbito acadêmico, assistência médica, odontológica e farmacêutica e auxílio deslocamento para vinda ao Brasil.

(Portal Brasil – 16/01/2015)

 



Categorias:estudantes

%d blogueiros gostam disto: