O ANO DA CABRA

10ª Festa do Ano Novo Chinês será comemorada no bairro da Liberdade nos dias 21 e 22 de fevereiro.

Considerada a maior festa do calendário chinês, o Ano Novo Chinês é comemorado entre janeiro e março, já que como os orientais se baseiam no calendário lunar, a cada ano a virada se dá numa data diferente (conforme o calendário ocidental). E cada ano é regido por um dos 12 animais do horóscopo chinês, como o dragão e o tigre, em 2015 será o ano da cabra.

No jantar da virada do ano, a matriarca da família chinesa presenteia os jovens da família com dinheiro guardado em envelopes vermelhos. Em outro ritual, as pessoas escrevem seus desejos para o ano em pedaços de pano vermelho e os amarram em postes, para que o vento os espalhe pelo ar.

Durante os 15 dias de festa, a tradição mais aguardada talvez seja a dança do dragão, onde cerca de 20 pessoas se escondem sob uma imensa fantasia de dragão e executam coreografias acrobáticas e hipnotizantes. Na pele da fera nunca falta o vermelho.

No Brasil, a primeira vez que a JCI Brasil-China realizou o evento em local aberto foi em 2006 e foi batizado como 1ª Festa do Ano-Novo Chinês, com público de aproximadamente 160 mil pessoas.

Esse evento contou com uma grande variedade de comidas tipicamente chinesas, dispostas em cerca de 20 barracas, com mais de 50 atrações, como as danças típicas, as artes marciais (kung fu e tai chi chuan), as músicas tradicionais, a medicina alternativa (acupuntura) e as aulas de chinês e caligrafia. Tudo oferecido de forma gratuita.

Com o decorrer dos anos, a JCI Brasil-China manteve a realização da Festa do Ano-Novo Chinês e, desde então o público vem aumentando e as celebração da chegada do ano novo chinês foi inserido, em 2007, no calendário oficial de festividades da maior metrópole da América Latina, a cidade de São Paulo (Lei nº 14.334/07).

Atrações

Segundo o coordenador da festa, Cheung Ka Wai, a ideia da festa é apresentar a cultural milenar chinesa aos brasileiros, além de manter viva a tradição entre os chineses e seus descendentes que vivem no Brasil. A expectativa é atrair a mesma quantidade de público dos anos anteriores.

Para receber o ano da cabra, explica Ka Wai, será instalado um palco na Praça da Liberdade para apresentações de danças típicas, com destaque para as danças do leão, dança do leque, dança em trajes típicos de minoria ética chinesa, show de troca de máscaras chinesas Bian Lian e apresentações musicais e demonstrações de artes marciais além, é claro, da culinária chinesa.

Nas ruas próximas, serão montadas barracas temáticas onde os visitantes poderão conhecer um pouco mais sobre a cultura, arte e culinária chinesas. Haverá também decorações típicas no local do evento.

Vale lembrar que os orientais consideram que este será um ano produtivo , criativo e sensível, “bom para estreitar relacionamentos familiares, com os amigos e criar novas amizades”. Para os chineses, o ano da cabra é um ano de concretização, de conquistas, portanto, “investir com sabedoria é uma ideia para utlizar ao máximo o potencial de concretização e as conquistas deste ano.

Serviço

10º Ano Novo Chinês

Quando

Sábado 21 de fevereiro das 12 às 20h

Domingo 22 de fevereiro das 11 às 18h

Onde

Praça da Liberdade – São Paulo

Aldo Shiguti

(Jornal Nippak – 19/02/2015)



Categorias:diásporas

%d blogueiros gostam disto: