XXVII Semana de Astronomia no MAST discute multiculturalidade e internacionalidade

semanaAstronomia2019

A XXVII Semana de Astronomia (SEMA), que está sendo realizada de 13 a 17 de agosto, no Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST), oferece debates e oficinas para apresentar as mais recentes descobertas na área e aproximar a ciência dos cidadãos. O evento conta com a participação de astrônomos de diversos países e instituições de pesquisa que vão dedicar cinco dias para explorar as diferentes formas de divulgação científica sobre o tema ao lado do público. A programação é gratuita e oferece atividades interativas e palestras com especialistas da área científica que vão debater muitas curiosidades sobre o Universo de maneira lúdica para crianças, jovens e adultos. Veja aqui a programação completa.

Há também uma programação específica para professores para discutir a multiculturalidade e internacionalidade a partir da astronomia. Nesta quarta-feira (14/8), de 14h15 às 15h30, haverá uma roda de conversas sobre “Os desafios da inclusão de estudantes imigrantes em sala de aula”, no Auditório do Prédio Anexo. A palestra será ministrada pela Dra. Adriana Assumpção, professora da UNESA, Unirio e INES e pela Me. Gabriela Azevedo de Aguiar, Doutoranda em Psicossociologia de Comunidades e Ecologia Social, DIASPOTICS/UFRJ.

Ontem, o evento contou com a participação do prof. Dr. Mohammed El Hajji (UFRJ) na mesa que discutiu uma abordagem multicultural da astronomia.

O tema desta vigésima sétima edição da SEMA é “O Pálido Ponto Azul“, inspirado na perspectiva do famoso astrônomo Carl Sagan sobre o planeta Terra. Se por um lado a astronomia aponta seus poderosos telescópios para a imensidão do espaço para compreender o Universo, por outro, com imagens de satélites e de missões espaciais a outros mundos podemos voltar nossos instrumentos para o nosso próprio planeta e contemplá-lo.

De acordo com o MAST, movido pelas grandes lições de humildade de Carl Sagan, mostrando que no pálido ponto azul não se veem fronteiras nem pessoas, a SEMA também vai abordar a preservação do ecossistema da Terra e a necessidade urgente para que possamos garantir nossa própria sobrevivência. E isso passa pelo reconhecimento e aceitação da diversidade humana e do convívio harmonioso entre os mais diversos povos, com suas práticas culturais e anseios diversos.

Haverá transmissão ao vivo no site do MAST e nas redes sociais do Museu. Veja aqui outras informações sobre o evento.

 

 

 



Categorias:imigrantes

%d blogueiros gostam disto: