japoneses

“A história oral dá voz aos silenciados”, declara Mariléia Inoue, pesquisadora da quase esquecida migração nipônica para o Rio

Pesquisadora da migração japonesa, Inoue conta que seu interesse pela temática foi despertado inicialmente ao descobrir, ainda criança, na biblioteca de sua escola, um livro chamado “As Histórias do Velho Japão”, que continha histórias orais do folclore do país. O fascínio por essa cultura cresceu e se tornou, mais tarde, objeto de sua pesquisa acadêmica.